• CONTENT

Torque de Parafusos

15/01/2019 10:30
 torque-de-parafusos | Blog

A aplicação do torque correto nos parafusos previne falhas, além de aumentar a vida-útil e a segurança dos componentes

 

O torque pode ser definido como a aplicação de força em um corpo através de um movimento de rotação. Todo profissional que trabalha com fixadores como parafusos, porcas e arruelas compreende a importância do torque em suas aplicações.

 

Parafusos com pouco torque podem se soltar ou causar vibrações diversas em motores e peças. No sentido oposto, quando muito apertados (torque elevado) podem sofrer travamentos, quebra de rosca ou se tornarem difíceis de remoção (cabeça ou fenda espanada).

 

A importância do torque também está na montagem e na redução de custos. Máquinas que possuem fixadores aplicados com o torque adequado trabalham muito melhor. Além disso a empresa reduz custos de manutenção, substituição de materiais danificados, etc.

 

Confira algumas dicas para garantir o torque correto em seus fixadores.

 

1. Determine as especificações do torque

 

Os engenheiros responsáveis precisam considerar a carga máxima, bem como a resistência dos materiais que serão unidos.

 

É ideal aplicar testes de estresse nos fixadores e nas peças a fim de identificar os pontos máximos de exposição.

 

2. Selecione a ferramenta adequada

 

Existe uma grande variedade de ferramentas disponíveis no mercado para a mensuração e o controle do torque em aplicações de fixação.

 

De parafusadeiras elétricas à sensores, essas ferramentas são essenciais para manter o padrão de torque que se pretende atingir.

 

3. Crie um programa de calibração

 

Estabeleça uma checagem periódica para ver se todas as ferramentas de torque estão operando de acordo com as predefinições.

 

Muitas ferramentas não dispõe de um sistema de travamento e podem ter suas configurações modificadas acidentalmente pelo simples uso.

 

4. Faça a manutenção preventiva dos fixadores já aplicados

 

Verifique a condição dos fixadores empregados em maquinários e ferramentas. A manutenção aumenta a vida-útil dos maquinários, evita paradas na linha de produção, diminuição do desempenho, além de reduzir custos.

 

5. Converse com seu fornecedor de fixadores

 

O fornecedor pode ser um bom ponto de partida quando se trata de informações pertinentes aos fixadores, como revestimentos, materiais, graus de resistência, entre outros detalhes.

 

Na dúvida, converse com seu fornecedor e peça auxílio para selecionar os indicadores ideias para o seu projeto.

 

Fonte: https://bit.ly/2Heuj4O

Galeria de fotos
Comentários icone comentários 0 Comentários
Deixe seu comentário!
Leia Mais Matérias
Parafuso: Onde surgiu? | Blog

Parafuso: Onde surgiu?

Existem algumas teorias a respeito do surgimento do parafuso e quem seria seu inventor. Uma delas indica que o grego Arquitas de Tarento o teria...

Ver Mais
SOLICITE SEU ORÇAMENTO